Pedalar é Viver

Normas regulamentares e de conduta


Ponto. 1 - DENOMINAÇÃO

Um Grupo de Amigos de Pinhal Vidal, freguesia de Corroios, Conselho do Seixal que têm em comum o gosto pela bicicleta, adota a denominação de “ TEAM LIVRE “ para o movimento agora constituído e reger-se-á pelas normas apresentadas nos pontos seguintes.

Ponto. 2 - OBJETIVOS, NATUREZA E FINS

a) O Grupo TEAM LIVRE tem por objetivo exclusivo, fomentar e promover a prática da modalidade desportiva do Ciclismo, nas suas mais diversas vertentes, enquadrada em atividades ligadas ao desporto lúdico e ao lazer, e numa lógica essencialmente não competitiva, e sem fins lucrativos;

b) Contribuir para a defesa, promoção e divulgação do património cultural, artístico, paisagístico e ambiental;

c) Manter e reforçar os laços de amizade entre todos os utilizadores de bicicleta em geral.

Ponto. 3 - REPRESENTAÇÃO

O Grupo TEAM LIVRE far-se-á representar em todos os seus atos, por uma COMISSÃO DESPORTIVA, mandatada e aprovada pelos seus membros praticantes Federados e não Federados;

Ponto. 4 - A COMISSÃO DESPORTIVA

Terá a seguinte constituição:

- Presidente Executivo Vitor Baiôa
- Secretário Técnico Rui Mendes
- Relações Públicas José Almeida / Arlindo Beicinha
- Tesoureiro Eduardo Água / Paulo Tomás

Ponto. 5 - QUALIDADE DE MEMBRO PRATICANTE, INSCRIÇÃO, CATEGORIA DE PRATICANTE

 a) Podem ser inscritos como membros praticantes todos aqueles que o solicitarem, sem distinção de profissões, extrato social ou outro qualquer tipo de discriminação;

b) A constituição de membro praticante obedece a inscrição prévia, nas seguintes categorias.

- Praticante livre – Sem contribuições;
- Praticante Federado - Com pagamento de mensalidade (quota);
- Praticante não Federado - Com pagamento de mensalidade (quota).

Ponto. 6 - FUNDO, MENSALIDADE (QUOTA)

Constitui Fundo do Grupo TEAM LIVRE:

a) A mensalidade (quota) paga pelos membros inscritos na categoria de - Praticante Federado e não Federado, cujo valor mensal será fixado pela Comissão Desportiva, após aprovação dos seus membros praticantes;

b) Qualquer entrega de Donativo, Herança ou Legados;

c) A mensalidade (quota) reveste-se de uma entrega de caráter voluntária;

d) No caso de dissolução do grupo “TEAM LIVRE” o destino do fundo existente será objeto de deliberação dos membros Praticantes Federados e não Federados .

Ponto. 7 - PAGAMENTO DE MENSALIDADE (QUOTA), PRAZOS

a) A mensalidade (quota) terá de ser liquidada mensalmente e até ao dia 8 do mês seguinte, através da seguinte forma:

1) - Em mão ao Tesoureiro
2) - Por Transferência Bancária;

b) O membro que se encontre em incumprimento de liquidação de mensalidades (quota), será avisado para
proceder à sua regularização;

c) Após 6 meses seguidos sem efetivar o pagamento em dívida, será alvo de exclusão das respetivas categorias.

Ponto. 8 - DIREITO DOS MEMBROS PRATICANTES

a) O Praticante Federado terá direito à sua inscrição numa Federação de Ciclismo com o respetivo Seguro de Acidentes Pessoais;

b) O Grupo “TEAM LIVRE “ assegurará aos membros inscritos na Categoria de Praticante Federado e não Federado um equipamento desportivo dito oficial, desde que o Fundo do Grupo o permita;

c) Os direitos do Praticante Federado e Não Praticante Federado tornam-se efetivos, só após 12 meses de inscrição na categoria, ou em alternativa, proceder á liquidação antecipada de 12 mensalidades (quotas);

d) O Praticante Livre poderá segundo a sua vontade, adquirir o equipamento oficial do grupo, através de pagamento prévio e cujo valor a Comissão Desportiva estabelecerá;

e) As alterações nas condições de inscrição dos membros do grupo serão da competência e responsabilidade da Comissão desportiva .

Ponto. 9 - PROTOCOLOS E APOIOS

Compete à Comissão desportiva estabelecer contactos com Entidades, Organismos, Associações de caráter Social, Humanitário e outras, com vista a apoiar e divulgar as suas atividades, através de produtos exclusivos do Grupo “ TEAM LIVRE “.

Ponto. 10 - AQUISIÇÃO DE PRODUTOS


a) A COMISSÃO DESPORTIVA poderá produzir equipamentos e produtos com a marca exclusiva “ TEAM LIVRE “, com o intuito principal de criar identidade própria e única de grupo;

b) Esta produção será suportada diretamente pelos membros praticantes, consoante as situações e necessidades;

c) O Logótipo representativo do Grupo será apresentado pela Comissão desportiva e será aprovado pelos membros praticantes inscritos.

Ponto. 11 - CÓDIGO DE HONRA

1. Fazer uma revisão à bicicleta antes de saíres;

2. Saber as previsões meteorológicas;

3. Planear itinerários possíveis tendo em conta as zonas naturais de acesso vedado ou restringido;

4. Levar sempre roupa adequada;

5. Manter a coesão do Grupo;

6. Circular em fila, evitando ultrapassagens desnecessárias que podem provocar acidente;

7. Ceder a passagem a outros transeuntes não motorizados;

8. Abrandar à proximidade de pedestres, ultrapassá-los com precaução e cumprimentar todos os amigos da Natureza e ajuda-os sempre que necessário;

9. Controlar a velocidade nas passagens sem visibilidade;

10. Manter sempre uma distância de segurança em relação ao companheiro da frente. Durante descidas essa distância deve ser maior a fim de evitar acidentes;

11. Ter cuidado de não perder de vista o companheiro que segue á sua frente, tendo também atenção ao que segue atrás de si. Deste modo a coesão do grupo não é quebrada;

12. Respeitar o espírito de grupo, um passeio não é uma corrida! Quando se ultrapassa alguém deve-se avisá-lo, anunciando antecipadamente o lado pelo qual o vamos passar, e só o fazer com absoluta segurança;

13. Circular nos trilhos para evitar a destruição da vegetação sobretudo em Parques e Zonas Protegidas, não danificar culturas nem provocar erosão desnecessária;

14. Passar longe de animais selvagens e domésticos, evitando enervá-los;

15. Não deitar lixo para o chão, conservá-lo até ao próximo caixote de lixo, chamar à atenção a quem não proceda deste modo;

16. Respeitar a Natureza, não deixando marcas da sua presença;

17. Respeitar a propriedade privada e pública, deixar cancelas e portões no estado em que os encontraste e respeita a sinalização;

18. Durante os passeios, não fiques dependente de outros; sê autossuficiente levando sempre um kit de ferramentas, câmaras-de-ar suplentes, água e alimentos suficientes;

19. Nunca vá sozinho para uma incursão em terreno desconhecido. Deixa informações acerca do teu itinerário e da hora prevista para o regresso;

20. Saber estar, em todas as ocasiões, de forma discreta e amável;

21. Atrás de ti deixa só a marca dos teus pneus, não tragas recordações, traz só fotografias;

22. Aprende a conhecer as tuas limitações, e não vás para além delas;

23. Contribui ativamente para a boa disposição e companheirismo do grupo;

24. É obrigatório o uso do capacete.

Ponto. 12 - VIGÊNCIA DA COMISSÃO DESPORTIVA

a) A Nomeação da Comissão desportiva será por votação dos Praticantes Federados e não Federados e terá um de mandato de 24 meses, podendo no entanto cessar a qualquer momento por decisão dos seus membros, ou por factos resultantes do exercício, não podendo ser nomeados para mandatos sucessivos;

b) Os elementos nomeados serão obrigatoriamente das categorias de Praticante Federado e não Federado;

c) É obrigação da Comissão desportiva comunicar aos seus membros a cessação do seu exercício.


03 de Março de 2012

 

Área reservada

Autenticar

Login to your account

Username *
Password *

CHPF 2013 @ Todos os direitos reservados.               Conceção: Vitor Graça